Link para página

Este site utiliza cookies que facilitam a navegação ou o registo e captura de dados estatísticos. 
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso site. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Mensagem do Presidente

Estimados (as) albicastrenses,

Celebramos hoje, dia 20 de março de 2021, os 250 anos da elevação de Castelo Branco a cidade.

Uma cidade com identidade, que respira história, tradição e memória. Uma cidade que oferece aos seus habitantes segurança, qualidade de vida, oportunidades de realização pessoal e de valorização escolar e profissional.

Uma cidade constituída por gente de bem, gente honesta e trabalhadora, gente que não desiste mesmo perante as maiores adversidades.

De facto, a cidade que temos hoje, dotada de excelentes equipamentos sociais, culturais, tecnológicos, educativos e de saúde, é uma cidade que pensa nos mais novos e não descura os mais velhos.

É uma cidade que deve muito do seu extraordinário desenvolvimento ao esforço, ao engenho, ao empenho e ao trabalho da sua população. É uma cidade que resulta do contributo de cada um de nós e que muito deve ao contributo dos nossos antepassados.

Cientes de que a vida das cidades é dinâmica, que as necessidades dos seus habitantes evoluem de forma permanente, que as questões ambientais, do emprego e da sustentabilidade irão condicionar cada vez mais as nossas vidas, entendemos que todos, enquanto coletivo, temos uma missão para cumprir. A missão de continuar a construir no presente aquela que será a cidade do futuro. Uma cidade que queremos próspera e onde todos tenham as mesmas oportunidades para realizarem os seus projetos, cumprirem os seus sonhos e serem felizes.

No dia do aniversário da nossa cidade, dou os parabéns a todas e a todos os que aqui nasceram, vivem, estudam ou trabalham, dizendo-lhes que temos um enorme orgulho na nossa comunidade e em sermos albicastrenses.

Feliz aniversário Castelo Branco.

Bem-haja Castelo Branco.

 

Presidente da Junta de Freguesia de Castelo Branco

Leopoldo Martins Rodrigues